Revestimento Acústico

Entenda o Revestimento Acústico

Revestir acusticamente o ambiente em que vivemos e convivemos pode melhorar as nossas vidas ao reduzir a quantidade de ruídos presentes em um cômodo.

Você sabia que o revestimento acústico pode ser usado para os mais diversos objetivos e nos mais diversos lugares? Revestir uma casa acusticamente é gerar conforto acústico para a sua família.

Se você está construindo ou reformando sua casa ou apartamento, provavelmente, você deve estar sendo orientado por um arquiteto. Esses profissionais, além de todas as outras partes mais conhecidas dos projetos, nos ajudam a  realizar as melhores escolhas para ter uma boa eficiência acústica nos mais diversos ambientes e, por isso, eles  seguem alguns  princípios básicos de acústica aplicada aos ambientes.

Para os arquitetos o principal modo de lidar com esse tema é tentar eliminar o ruído em sua fonte produtora,por isso, deve-se estabelecer uma relação pacífica entre os sons e o ambiente. Por esse motivo, a acústica e os diversos revestimentos acústicos são  alguns dos elementos chave  em qualquer tipo de construção que possamos imaginar, desde escolas, hospitais, escritórios, locais de música e espetáculos até os residenciais.

Você sabe o  que é ter conforto acústico?

Segundo especialista no assunto só existe conforto acústico quando há o mínimo de esforço fisiológico e, ele não está relacionado somente com o som mas também com a luz, calor e ventilação; ao realizarmos tarefas.

Como conseguir conforto acústico?

Os principais fatores que estão relacionadas ao conforto acústico são:

  • Barulhos externos: o que está acontecendo no entorno, se existe um tráfego grande de pessoas e ou veículos.
  • Arquitetura: salas vazias ou abóbadas geram muito mais eco e reverberação dos sons.
  • Clima: a quantidade e tempo que pode chover junto com a ventilação presente nos cômodos de uma casa.
  • Orientação: saber usar o mobiliário correto e quais  são as melhores materiais, pensando acusticamente em cada ambiente.

Devemos lembrar que absolutamente tudo na natureza, inclusive nós, tem propriedades acústicas, o que vai variar em cada um dos materiais é a capacidade de reflexão ou absorção de cada coisa.

Se faz necessário garantir a ausência de ruídos para proporcionar conforto acústico. Isso significa que uma boa recepção de som está diretamente ligada à presença de um nível sonoro no ambiente junto com a percepção de ondas sonoras dirigidas e refletidas. Um espaço que proporciona conforto gera a sensação de bem estar e harmonia.

Todos os materiais apresentam um mecanismo de dissipação acústica que são eles:

  • Absorção por porosidade: quando um material é definido como poroso a sua relação entre espaço vazio e volume total é grande. A porosidade dos materiais permite dissipar a energia sonora e transformá-la em calor por causa da vibração das partículas de ar nesses poros.
  • Cavidade de ressonância: A presença de ‘buraquinhos’ no interior de algum material facilita a vibração do ar, e devido ao atrito acontece a absorção do som. Dependendo do material, é possível encher a cavidade com material absorvente para conseguir o valor necessário de amortecimento sonoro.
  • Ressonância da membrana: painéis vibratórios permitem a transformação de parte da energia sonora em energia mecânica, isso favorece a absorção dos sons e ruídos.

 

Qual a importância do revestimento acústico?

Pensando no design dos requisitos acústicos para a construção é necessário salientar que todas as estruturas devem garantir um desempenho mínimo no controle do barulho. Esse desempenho pode variar de acordo com o tipo de uso e origem dos ruídos em um ambiente .

 O isolamento acústico garante, para toda a sua família, o tão esperado sossego. Além disso, é preciso que se crie  uma preocupação ambiental para minimizar a exposição aos ruídos nas grande cidades.

Listamos alguns tipos de materiais que ajudam no conforto acústico ao realizarmos o isolamento do ambiente, são eles:

  • Materiais minerais: esses materiais em fibra oferecem uma absorção do som por sua porosidade. Geralmente, essa é uma solução recomendada para altas frequências sonoras. Os materiais minerais são economicamente favoráveis e muitas vezes usados para paredes à prova de som.
  • Materiais de origem vegetal: Cortiça ou as fibras de madeira são bons exemplos de materiais de origem vegetal, nós usamos a porosidade que eles podem oferecer para ter um excelente controle dos sons e vibrações por eles causadas. Por isso, esse tipo de material é amplamente usado na redução de ruídos de ar aplicados às paredes dos ambientes.
  • Materiais artificiais: têm muitas vezes sua origem associada aos materiais provenientes do petróleo, eles possuem baixo custo e oferecem um bom revestimento acústico. A única ressalva é que esse tipo de material precisa ser manuseado com cuidado pois eles podem causar alguns problemas em caso de incêndio.

Como escolher o melhor revestimento acústico?

A escolha e forma de uso do material vai depender bastante do tamanho do seu problema. É preciso saber qual o tipo e tamanho do ruído que se pretende corrigir, reduzir ou eliminar. Outro ponto que deve ser observado é que a escolha de qual o melhor tipo de revestimento e a melhor maneira de usá-lo deve-se levar em conta a taxa de ocupação do cômodo, a manutenção, a durabilidade, a estabilidade e resistência ao fogo.

Uma introdução ao barulho

Os barulhos e ruídos vindos dos ambientes externos a nossa casa, para quem mora nos grande centros urbanos essa realidade é comum e sempre presente, podem ocasionar graves prejuízos a nossa saúde que já é prejudicada por outros tipos de poluição urbana como a do atmosférica e visual.

Os barulhos quando adentrar as edificações conseguem causar graves transtornos à população residente, diminuindo, assim, a qualidade de vida das pessoas.

Nas nossas cidades é muito comum empregar materiais na construção civil como concreto, blocos e o concreto armada, sendo que esses materiais já possuem certas características isolantes.

O problema é que muitas vezes só isso não é suficiente, e em determinadas localidades e se faz necessário o uso de aplicações de revestimento acústico para o seu total, ou quase total atenuamento.

Os mais diversos materiais podem ser empregados de forma suplementar o controle do barulho. Muitos deles podem ser usados aliados com o processo de dry-wall já tão conhecido por nós.

Quais são os materiais que podem ser utilizados no revestimento acústico?

Existem materiais que são mais convencionais ao falarmos na vedação do som e são amplamente usados na construção civil, são eles:

  •  blocos cerâmicos;
  •  bloco de concreto;
  • concreto celular;
  •  bloco de sílico calcário;
  •  madeira;
  •  vidro.

Esse tipo de material já é empregado livremente nas nossas construções e ajudam na acústica mas não são destinados especificamente para o isolamento e revestimento acústico.

Já fizemos uma pequena lista dos tipos de materiais que podem ser usados no revestimento acústica e agora vamos aprofundar o nosso conhecimento.

Existem materiais que não são convencionais e foram criados especificamente para isolar e revestir acusticamente diferentes tipos de ambientes. Esses materiais inovadores, muitas vezes, também ajudam no controle térmico do ambiente. Alguns exemplos de materiais usados no revestimento acústico são:

  • Lã de rocha: é composta de fibras que tem origem do basalto aglomerado com resina sintética. Esse material pode ser usado em forros e divisórias, tubulação de ar condicionado. Além disso, suporta temperaturas de até 750 graus celsius. A lã de rocha não apodrece, não atrai parasitas e não é poluente ao meio ambiente além de não ser tóxico para nós. Podemos comprar a lã de rocha no formato de painéis e mantas. Outras boas características da lã de rocha é que ela é um ótimo isolante térmico além de acústico.
  • Lã de vidro: material amplamente usada e reconhecido no mundo inteiro como um dos melhores isolantes térmicos. Sua formação se dá ao juntar sílica e sódio que são aglomerados por resinas sintéticas em fornos com altas temperaturas. Conseguimos comprar a lã de vidro em forma de mantas que são super leves e de fácil manipulação, outra grande vantagem desse material é que ele não pega fogo e pode ficar exposto aos efeitos do mar tranquilamente. A lã  de vidro é excelente para o revestimento acústico pois tem grande porosidade, o que ajuda bastante na absorção dos sons e ruídos do ambiente. Para quem se preocupa com parasitas os ratos não conseguem roe-la e bactérias não conseguem se proliferar pois a lã de vidro não  gera ambiente confortável para esses animais.
  • Vermiculita: um mineral com um nome científico bem grande – aluminosilicato hidratado de ferro e de magnésio – ela é do grupo de silicatos monoclínicos, família da mica. Sua constituição se dá por finas lâminas que são postas uma sobre as outras, e ao serem submetidas às altas temperaturas, mais ou menos mil graus celsius pode se expandir em até 20 vezes o seu volume original. A vermiculita é muito usada no revestimento acústico e térmico de ambientes. Além disso ela não se decompõe ou deteriora.

Falamos tanto de ruído, mas o que pode ser classificado como ruído?

Em termos mais científicos podemos dizer que o ruído é um fenômenos acústico físico que é criado pela propagação de ondas sonoras. Essas ondas são produzidas por um corpo sonoro que vibra, com variações de pressão do ar e frequência, de forma aleatória,  em meio ao material elástico.

O ruído muitos vezes é associado a nossa percepção acústica de ouvir e interpretar o que é cada barulho e quais são suas origens, fontes geradoras como sirenes, motores,várias pessoas falando etc.

Geralmente o ruído é classificado como um som sem sentido lógico e harmonia, por isso ele é visto de forma tão negativa por todos nós.

O ruído apresenta ambiguidades, principalmente entre vizinhos pois o que para alguns pode ser ruim e gerar um alto grau de incômodo para outros é desejável e agradável. Por isso, os sons e ruídos são amplamente classificados, o que pode ser muito bom para uns também pode ser extremamente ruim e desconfortável para outros.

Outra definição mais branda do ruído é que pode ser classificado como um estímulo auditivo inteligível, por  não conter informações úteis para o seu receptor.

Quais são os tipos de ruídos? Como eles são classificados?

Os ruídos podem ser classificados como:

  • Ruído contínuo: nesse tipo a pressão sonora pode ter uma variação de 3 decibéis durante um período de mais de 15 minutos contínuos.
  • Ruído intermitente: ele pode ser ter uma variação na pressão sonora de até 3 decibéis em períodos menores que 15 minutos e maiores que 0, 2 segundos.
  • Ruído de impacto: são os grandes picos de energia acústica com um tempo de duração inferior a 1 segundo.

É recomendado que os níveis de ruído sejam medidos em decibéis. Você pode usar aparelhos próprios para essa função ou os diversos aplicativos existentes para os smartphones.

Como os nossos ouvidos captam estímulos sonoros?

Muito falamos ao longo do texto sobre as melhores técnicas e materiais usados para realizar um bom revestimento acústico. Além disso, falamos como classificar ruídos e como o barulho é percebido. Mas ainda é necessário entender o nosso ouvido.

Os humanos como muitos outros animais têm um órgão coletor de estímulos sonoros externos: o ouvidos.

Nossos ouvidos transformam as vibrações recebidas em impulsos sonoros para o nosso cérebro. Muitos apontam que nossos ouvidos são a estrutura mais sensível de todo o nosso corpo e por isso devemos tratá-lo com muito cuidado.

Para fins de curiosidade nosso ouvido é fisiologicamente dividido em três parte: ouvido externo, ouvido médio, ouvido externo; cada um desempenha uma determinada função e também trabalham como barreiras até levar o comunicado sonoro ao cérebro.

Para concluir

Cada dia mais aumenta o nível da poluição sonora nas grandes metrópoles do nosso país. Muitas vezes consideramos impossível o controle de todos os sons vindos de um mesmo ponto, são veículos, pessoas, máquinas e sirenes que podem nos deixar aturdidos com tantos estímulos indesejados.

A notícia boa é que tudo isso pode ser contornado e controlado dentro de casas, escolas e escritórios, pois existem pessoas com o conhecimento necessário de técnicas,processos e materiais para melhorar o conforto acústico nos ambientes, transformando o dia a dia das pessoas.

Se você é como nós e está extremamente preocupado com o conforto e bem estar da sua família, filhos ou colegas de trabalho vem conversar com a gente. Nós, da Frames Janelas Acústicas, vamos adorar te conhecer.

E aí o que você está esperando?  Vem, entra em contato!

Postado em 09/08/19

Chat pelo WhatsApp
Enviar